PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Para governador do RS, PEC paralela vai se arrastar por 'longo período'

23:16 | 09/09/2019
O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), deve encaminhar a reforma da Previdência de seu Estado à assembleia legislativa gaúcha em breve. Para ele, a PEC paralela que tramita no Senado e que prevê a inclusão de Estados e municípios na reforma que já foi aprovada pela Câmara deve "se arrastar por um longo período".
Por isso, Leite quer acelerar as mudanças regionais para melhorar o caixa do Rio Grande do Sul. "Se deixar, vamos perder a oportunidade política. Vamos encaminhar imediatamente", afirmou.
A chamada PEC paralela recebeu na quarta-feira, 4, o aval da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.
Agora, o texto que estende os efeitos da reforma para servidores de Estados e municípios será encaminhado ao plenário e votado separadamente da reforma principal.
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), evitou estabelecer um prazo para conclusão da proposta paralela.
O governador participou nesta quinta-feira da conferência "Agenda do Brasil para Crescimento Econômico e Desenvolvimento", promovida pelo Council of the Americas (COA), em Brasília.