PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Alta no PIB da construção ante 2º tri de 2018 interrompe 20 trimestres de quedas

22:41 | 09/09/2019
O Produto Interno Bruto (PIB) da indústria da construção chamou a atenção pelo bom desempenho no segundo trimestre. A alta de 2,0% ante o segundo trimestre de 2018 interrompeu uma sequência de 20 trimestres de queda, informou nesta quinta-feira, 29, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
A última alta havia sido no primeiro trimestre de 2014, com avanço de 8,2% ante igual período de 2013.
Em relação ao primeiro trimestre deste ano, a alta de 1,9% no PIB da construção no segundo trimestre foi o melhor desempenho nessa base de comparação desde o segundo trimestre de 2013, quando o avanço foi de 4,5% sobre o primeiro trimestre daquele ano.
Ainda na ótica da oferta, o tombo de 9,4% no PIB da indústria extrativa, atingida diretamente por paralisações de produção após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho (MG) em janeiro, foi a maior queda registrada na série histórica do IBGE, iniciada em 1996.
Comparação ante 1º trimestre de 2019
Conforme o IBGE, a atividade da construção avançou 1,9% no segundo trimestre de 2019 ante o primeiro trimestre do ano.
A indústria da transformação cresceu 2,0% no período, enquanto as atividades imobiliárias tiveram expansão de 0,7%. O comércio teve elevação de 0,7% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2019. O segmento de informação e comunicação cresceu 0,5%, e as outras atividades de serviços subiram 0,4%.
Por outro lado, os transportes, armazenagem e correio recuaram 0,3% no segundo trimestre ante o primeiro. As atividades financeiras tiveram ligeira queda de 0,1%. O setor de administração, defesa e educação públicas encolheu 0,6%, enquanto o de produção e distribuição de eletricidade, gás, água e esgoto diminuiu 0,7%.
As indústrias extrativas recuaram 3,8% no segundo trimestre.