PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Marinho: esperamos concluir trabalho sobre NRs até meados do próximo ano

20:32 | 30/07/2019
O secretário especial de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, avaliou há pouco que a mudança anunciada hoje pelo governo em regras trabalhistas infralegais busca corrigir o acúmulo de normas dos últimos 40 anos. "Muitas regras se sobrepuseram e várias delas perderam a funcionalidade", alegou.
Conforme adiantado pelo Broadcast, serão modificadas inicialmente três normas regulamentadoras de segurança e saúde no trabalho, conhecidas como NRs. Segundo Marinho as mudanças em três delas trarão uma economia de R$ 68 bilhões em dez anos para o setor produtivo.
Hoje existem 36 NRs que somam mais de 6 mil linhas distintas de autuação. "O trabalho só começou. Até o final deste ano esperamos entregar boa parte desse trabalho e esperamos concluí-lo até meados do próximo ano", completou.

Agência Estado