PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Setor Público tem gasto de R$ 17,396 bi com juros em junho

12:24 | 29/07/2019
O setor público consolidado teve gasto de R$ 17,396 bilhões com juros em junho, após esta despesa ter atingido R$ 34,550 bilhões em maio, informou nesta segunda-feira, 29, o Banco Central.
O governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) teve no mês passado despesas na conta de juros de R$ 12,678 bilhões. Os governos regionais registraram gasto de R$ 4,048 bilhões e as empresas estatais, de R$ 669 milhões.
No primeiro semestre, o gasto com juros somou US$ 181,112 bilhões, o que representa 5,18% do PIB.
Em 12 meses até junho, as despesas com juros atingiram R$ 357,320 bilhões (5,11% do PIB).
Déficit nominal
O setor público consolidado registrou um déficit nominal de R$ 30,102 bilhões em junho. Em maio, o resultado nominal havia sido deficitário em R$ 47,558 bilhões e, em junho de 2018, deficitário em R$ 57,941 bilhões.
No mês passado, o governo central registrou déficit nominal de R$ 24,891 bilhões. Os governos regionais tiveram saldo negativo de R$ 4,103 bilhões, enquanto as empresas estatais registraram déficit nominal de R$ 1,108 bilhão.
No primeiro semestre, o déficit nominal somou R$ 186,852 bilhões, o que equivale a 5,35% do PIB.
Em 12 meses até junho, há déficit nominal de R$ 456,894 bilhões, ou 6,54% do PIB.
Dívida bruta
A Dívida Bruta do Governo Geral fechou junho aos R$ 5,499 trilhões, o que representa 78,7% do Produto Interno Bruto (PIB). O porcentual é igual ao verificado em maio. No melhor momento da série, em dezembro de 2013, a dívida bruta chegou a 51,5% do PIB.
A Dívida Bruta do Governo Geral - que abrange o governo federal, os governos estaduais e municipais, excluindo o Banco Central e as empresas estatais - é uma das principais referências para avaliação, por parte das agências globais de rating, da capacidade de solvência do País. Na prática, quanto maior a dívida, maior o risco de calote por parte do Brasil.
O BC informou ainda que a Dívida Líquida do Setor Público (DLSP) passou de 54,7% para 55,2% do PIB em junho de 2019. A DLSP atingiu R$ 3,860 trilhões.

Agência Estado