PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Temos condições de votar a Previdência em dois turnos nesta semana, diz Maia

07:20 | 10/07/2019
Após encerrar os trabalhos sem esgotar nem mesmo as votações de requerimentos da oposição para o adiamento da deliberação sobre a reforma da Previdência, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a dizer na madrugada desta quarta-feira, 10, que acredita haver condições para que o texto seja voltado em dois turnos no plenário da Casa ainda essa semana.
"Os resultados das votações (de requerimentos) hoje (ontem, terça-feira, 9) são boas referências, mas o mérito é o mérito. A cada minuto as coisas avançam e recuam, mas o papel dos líderes é organizar. Nesta noite já tivemos bons resultados", afirmou, ao deixar a Casa.
O plenário da Câmara aprovou no início da madrugada, por 353 votos a 118, o requerimento apresentado pelo PSL para o encerramento da discussão sobre a reforma. Na sequência, Maia encerrou os trabalhos e convocou nova sessão para esta quarta-feira às 9h.
Mais cedo, o plenário havia rejeitado por 331 votos a 117 outro requerimento para a retirada da Previdência da pauta da sessão desta terça-feira.
A oposição, no entanto, fez obstrução aos trabalhos por meio da apresentação de diversos requerimentos de adiamento da votação, que deverão ser deliberados, um de cada vez, a partir da manhã desta quarta-feira.
Até agora, foram apresentados 77 destaques ao texto principal da reforma, sendo 18 deles de bancada e os outros 59 individuais - que podem ser rejeitados em bloco. Novos destaques podem ser apresentados até o início da votação do texto.

Agência Estado