PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Índia planeja relaxar normas para investimento externo e acelerar venda de ativos

07:51 | 05/07/2019
A Índia está considerando relaxar normas para investimento estrangeiro em setores como aviação, mídia e seguros e planeja acelerar a venda de ativos de estatais, anunciou hoje a ministra de Finanças do país, Nirmala Sitharaman.
O governo vai "examinar sugestões" para ampliar a abertura desses setores a investimento externo, disse Sitharaman em discurso, ao apresentar o primeiro orçamento anual do novo mandato do primeiro-ministro Narendra Modi no Parlamento.
Os indianos precisam atrair mais investimento estrangeiro e gastar mais em projetos de infraestrutura, uma vez que o objetivo é impulsionar o tamanho da economia local dos atuais US$ 2,7 trilhões para US$ 5 trilhões até 2025. Até março do ano que vem, a meta é que a economia da Índia alcance US$ 3 trilhões, afirmou a ministra.
O governo também vai intensificar o ritmo de venda de unidades de estatais, começando pela empresa aérea nacional Air India.
No ano fiscal que vai até 31 de março de 2020, o governo pretende levantar 1,05 trilhão de rupias indianas (US$ 15,3 bilhões) com a venda de ativos de estatais.
A proposta do governo é investir 100 trilhões de rupias em infraestrutura nos próximos cinco anos. Sitharaman também anunciou incentivos fiscais para investimentos e medidas para facilitar o empreendedorismo no país.
No atual ano fiscal, a Índia pretende emitir 4,48 trilhões em bônus no mercado e reduzir seu déficit fiscal para 3,3% do Produto Interno Bruto (PIB), de 3,4% no ano passado. Fontes: Dow Jones Newswires/Associated Press.