PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Salário mínimo deveria custar R$ R$ 4.214,62 em junho, segundo levantamento do Dieese

O valor necessário corresponde a 4,22 vezes o piso atual de R$ 998,00

22:26 | 04/07/2019
O valor pesquisado pelo Dieese equivale ao necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas
O valor pesquisado pelo Dieese equivale ao necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas (Foto: Agencia Brasil)

O salário mínimo recebido pelo trabalhador deveria custar R$ 4.214,62 em junho de 2019, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O valor necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas equivale a 4,22 vezes o piso atual de R$ 998,00.

Em maio de 2019, o piso mínimo necessário correspondeu a R$ 4.259,90, ou, 4,27 vezes o mínimo vigente. Já em junho de 2018, o valor ideal seria de R$ 3.804,06 ou 3,99 vezes o salário mínimo, que era de R$ 954,00.

O Dieese estima mensalmente o valor do salário mínimo com base na cesta básica mais cara em junho – no caso, São Paulo (R$ 501,68) – e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece o custo necessário para suprir as despesas de um trabalhador brasileiro e de sua família com gastos relacionados à alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.

Em Fortaleza, no mês de junho, o preço da cesta básica teve variação mensal de 0,97% e passou a custar R$ 448,73, sendo a mais cara da região Nordeste. Um dos produtos que registrou alta foi o litro do leite integral, no qual o valor aumentou 3,98% na capital cearense, a segunda maior taxa registrada na pesquisa no âmbito nacional.

David Moura/O POVO Dados