PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Balança comercial encerrou maio com superávit de US$ 6,3 bilhões, diz FGV/Icomex

09:01 | 17/06/2019
A balança comercial encerrou o mês de maio com um superávit de US$ 6,3 bilhões, segundo os dados do Indicador do Comércio Exterior (Icomex), divulgados nesta segunda-feira, 17, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado acumulado no ano foi de um superávit de US$ 22,1 bilhões.
Em valor, as exportações cresceram 10% em maio de 2019 ante o mesmo mês de 2018. As importações aumentaram 12,9% no período. No acumulado do ano até maio, as exportações recuaram 0,9% em relação ao mesmo período de 2018, enquanto as importações cresceram 1,8%.
Em termos de volume, o destaque foi o crescimento de 27,5% nas exportações da indústria de transformação em maio deste ano ante o mesmo mês do ano passado. Por outro lado, houve queda nas vendas externas da agropecuária e da indústria extrativa.
"É um resultado a ser observado, pois essa melhora não se explica pelo desempenho do setor automotivo. No caso, foram exportações de bens semiduráveis e intermediários que explicam o resultado. Como observado, no caso dos bens semiduráveis, exportações de calçados e confecções e nos intermediários, o elevado aumento (próximo a 50%) se deve a uma base reduzida de exportações em maio de 2018", ponderou a FGV, em nota oficial.
As exportações para os Estados Unidos aumentaram em 72% em maio de 2019 ante maio de 2018, puxadas por óleo bruto de petróleo e semimanufaturados de ferro e aço.
As exportações para a Argentina vêm registrando recuos desde o início do ano, devido à crise econômica do país vizinho. No caso da China, as vendas mostram desaceleração ou queda desde março, informou a FGV.

Agência Estado

TAGS