PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

"Infelizmente perdemos a capacidade de investimentos", diz secretário do Tesouro Nacional

Para Mansueto Almeida, o que vai salvar o estados brasileiros será a reforma da Previdência

00:00 | 14/05/2019
FORTALEZA, CE, BRASIL, 13.05.2019: entrevista com Mansueto de Almeida, secretario do tesouro nacional .  (Fotos: Fabio Lima/O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 13.05.2019: entrevista com Mansueto de Almeida, secretario do tesouro nacional . (Fotos: Fabio Lima/O POVO)(Foto: Fabio Lima/Fabio Lima)

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, está em Fortaleza, onde ministrou palestra intitulada de “Ajuste fiscal e retomada do crescimento”. Durante o evento, ocorrido na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), ele afirmou que o Brasil está com as contas no vermelho e “de fato em situação muito difícil” economicamente.

“Aqui a carga tributária é muito alta, bem acima da média dos demais países da América Latina. Somado a isso, hoje o Brasil investe muito pouco. Para agravar, as contas estão no vermelho. A gente gasta mais do que investe”, declarou o secretário.

Em Fortaleza para receber a Medalha Boticário Ferreira, Mansueto permaneceu no Governo Federal na transição da gestão do ex-presidente Michel Temer (MDB) para a do atual presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Na AL-CE, o secretário palestrou sobre formas de como melhorar as contas públicas, passeando pelos modelos econômicos adotados ao longo da história recente do Brasil, até chegar aos dias atuais.

Defensor da reforma da Previdência como proposta necessária para a retomada do crescimento do País, Mansueto lamentou: “Infelizmente perdemos a capacidade de investimentos”. De acordo com ele, a aprovação do projeto de reforma, que está em discussão em comissão especial da Câmara dos Deputados, é “o que vai salvar os estados brasileiros”.

Wanderson Trindade