PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

De olho no polo industrial de saúde, Nutec e Fiocruz fecham acordo de cooperação técnico-científica

O foco do projeto é o desenvolvimento de pesquisas e atividades direcionadas ao setor produtivo do Estado

20:25 | 22/04/2019
A parceria é mais um passo para a criança de um polo industrial de saúde no estado.
A parceria é mais um passo para a criança de um polo industrial de saúde no estado.(Foto: Divulgação)

Visando a implantação de um polo industrial de saúde no Ceará, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Núcleo de Tecnologia Industrial (Nutec) firmaram oficialmente, na última quarta-feira, 17, o primeiro acordo de cooperação técnico-científica.

O projeto, idealizado pelo coordenador da Fiocruz no Estado, Carlile Lavor, irá focar no desenvolvimento de pesquisas e atividades direcionadas ao setor produtivo do Ceará, como a elaboração de métodos analíticos para monitoração de resíduos de agrotóxicos nos solos, água e alimentos.

"Nós temos como objetivo criar um polo industrial da saúde no Ceará, por isso é importante o investimento nessas pesquisas. Essa é mais uma etapa rumo ao desenvolvimento no Estado, tanto na área de saúde, quanto na economia", definiu Carlile.

A ideia de dar início ao projeto surgiu logo após uma das visitas de Lavor às instalações do Nutec, no Campus do Pici, na Universidade Federal do Ceará (UFC). Contando com o apoio do secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Inácio Arruda, ele convidou a pesquisadora carioca Margareth Gallo para dar início ao projeto.

"A Margareth só veio para somar nesse projeto tão desafiador. Entre nossos primeiros objetivos estão os métodos analíticos, com cromatografia acoplada a espectrometria de massas. Além disso, também vamos focar no avanço das pesquisas na área de agrotóxicos, que são diretamente ligados à saúde”, ressalta a coordenadora do Laboratório de Química Instrumental (LQI) do Nutec, Crisiana Andrade.

Lia Bruno