PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Coronel Armando apresenta requerimento para votação da reforma sem fatiamento

15:29 | 09/04/2019
Primeiro a chegar à fila da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, o deputado Coronel Armando (PSL-SC) protocolou um requerimento para evitar o fatiamento da reforma da Previdência. O pedido é um "plano B" e uma espécie de vacina, caso a oposição peça o desmembramento da proposta.
Como o deputado governista foi o primeiro apresentar o requerimento, esse pedido tem uma preferência sobre os demais. Coronel Armando já apresentou outro requerimento para a inversão de pauta, o que antecipa a leitura do parecer. A oposição, por sua vez, deve apresentar requerimentos para adiar a análise da proposta.
Há um acordo que pode ser fechado entre as duas partes para que a oposição não peça para que a proposta seja retirada de pauta desde que a base não decida por encerrar a discussão antes mesmo de ela acontecer. O vice-líder do governo, deputado Darcísio Perondi (MDB-RS), disse que as discussões devem se estender até o número de inscritos chegar ao fim.
Hoje, já se inscreveram 19 deputados, cerca de metade deles favoráveis à reforma. O presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), anunciou mais cedo que a sessão do colegiado nesta tarde será apenas para a leitura do parecer do relator da reforma da Previdência, Marcelo Freitas (PSL-MG). A discussão sobre a matéria acontecerá na semana que vem. A ideia é convocar a sessão da CCJ na segunda-feira para iniciar as discussões.

Agência Estado