PUBLICIDADE
Economia

Não é difícil que China compre mais soja dos EUA e menos de outros, diz Ross

01:32 | 10/03/2019
Secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross afirmou nesta sexta-feira que a China não deve ter dificuldade de comprar mais soja americana, passando a comprar menos de outros países. Ele tratou do assunto durante conferência anual conservadora em Maryland.
À plateia, Ross disse que não é difícil conseguir concessões na China no comércio em si, para garantir um acordo. Segundo ele, contudo, dois outros aspectos são mais complexos nesse diálogo: reformas estruturais, como aumentar o respeito à propriedade intelectual o fim do roubo de tecnologia; e mecanismos para a resolução de disputas, inclusive com a possibilidade de que os EUA possam adotar tarifas unilaterais, em caso de descumprimento.
Ross afirmou que, caso a China não cumpra um acordo que venha a ser fechado, os EUA devem ter liberdade para impor medidas como tarifas, cotas ou outras que possam compensar isso.
Em sua fala, o secretário também citou o gás natural liquefeito como produto que os chineses podem comprar mais dos EUA. Além disso, comentou que a americana Boeing poderia vender mais aeronaves ao país asiático.

Agência Estado