PUBLICIDADE
Economia

Principal opositor do governo no Congresso tem sido o próprio governo, diz Guedes

13:55 | 28/03/2019
Questionado sobre o voto até mesmo dos parlamentares da base do governo em medida que contrariariam a equipe econômica, o ministro da Economia, Paulo Guedes, reconheceu nesta quarta-feira, 27, que o principal opositor do governo no Congresso tem sido o próprio governo. "Está falhando algo em nós. É assustador. Ontem, tomei susto quando falaram que partido do governo ia jogar pedra na CCJ da Câmara", afirmou, em referência à audiência pública à qual desistiu de ir.
Guedes avaliou a aprovação na terça-feira na Câmara dos Deputados de uma proposta de emenda constitucional que engessa ainda o orçamento - com ampla maioria no plenário - foi uma "exibição de poder político".
"Ontem aconteceu uma demonstração de poder de uma casa legislativa. Foi um recado ao governo que diz que quer aprovar a reforma da Previdência em seis meses, mas também mostrou que PECs podem ser aprovadas em dois dias", afirmou, em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.
Guedes disse ainda que esperava fechamento de questão dos principais partidos da base - PSL e DEM - sobre aprovação da previdência. "Há um choque de acomodação. O grupo que está chegando ainda não sabe onde está a cadeira e o grupo que já estava aí está sentado na janela. Mas acho que esse choque de acomodação no parlamento será superado", completou.

Agência Estado