PUBLICIDADE
Economia

Cobrança da dívida pública pode recuperar R$ 4 bilhões, diz Bolsonaro