PUBLICIDADE
Notícias

PAUTA DE ECONOMIA - SEXTA-FEIRA, 15

10:49 | 15/02/2019
REFORMA/PREVIDÊNCIA - O destaque econômico é a proposta de reforma da Previdência, em meio aos desdobramentos da crise envolvendo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, que pode retardar o andamento da reforma. Após a definição da idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 para homens, com um tempo de transição de 12 anos, o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do grupo Estado) apurou com fontes que o projeto pode garantir uma economia de R$ 1,1 trilhão nas despesas.
BC/IBC-BR/DEZEMBRO - A atividade econômica no Brasil avançou pelo segundo ano consecutivo, mas num ritmo mais lento do que previam os analistas do mercado financeiro. O Banco Central informou nesta sexta-feira que seu índice de atividade acumulou alta de 1,15% em 2018 e encerrou o ano aos 136,27 pontos, conforme a série sem ajustes sazonais. A alta do Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) em 2018 foi menor que a estimativa mais pessimista dos analistas entrevistados pelo Projeções Broadcast . O resultado veio abaixo do piso do intervalo das previsões, que ia de uma alta de 1,2% a 1,7%, com mediana positiva de 1,30%. Em dezembro. O IBC-Br avançou 0,21% ante novembro, na série com ajuste sazonal.
CHINA/FRANGO/BRASIL/TARIFAS - A China confirmou nesta sexta-feira a imposição de medidas antidumping sobre a importação de frango brasileiro. De acordo com anúncio do Ministério do Comércio local, os importadores do frango brasileiro deverão pagar tarifas de 17,8% a 32,4% a partir do próximo domingo, 17. A medida terá validade de cinco anos.
BC/BOLETIM REGIONAL - O Banco Central avaliou nesta sexta-feira, por meio do Boletim Regional, que "a evolução recente dos indicadores de atividade corrobora o cenário de recuperação gradual da economia brasileira". A instituição pontuou que essa recuperação tem "oscilações nos resultados trimestrais dos diferentes setores e regiões". O BC divulgou nesta sexta-feira o Boletim Regional em Salvador, Bahia. No Sudeste, por exemplo, a atividade econômica recuou 0,7% no trimestre encerrado em novembro, ante o trimestre finalizado em agosto, quando havia registro avanço de 1,4%.
GRANDES BANCOS/LUCROS - Com trégua na inadimplência, os grandes bancos brasileiros de capital aberto conseguiram entregar em 2018 lucros superiores aos gastos com calotes pela primeira vez desde a crise que o País atravessou e que custou três anos de recessão. Para 2019, o motor para os resultados dos pesos pesados do setor deve voltar a ser o crédito, que pode crescer dois dígitos, conforme sinalizam as projeções de desempenho já divulgadas, principalmente, se a reforma da Previdência for aprovada.
EMPREGO/FIESP/JANEIRO - O setor industrial do Estado de São Paulo gerou 8,5 mil novos postos de trabalho em janeiro, variação positiva de 0,41% na comparação com dezembro de 2018, sem ajuste sazonal. Com ajuste, no entanto, houve queda de 0,17%. Na comparação entre janeiro deste ano com o mesmo mês de 2018, foi registrada queda de 1,88% no nível de emprego, com o fechamento de 40,5 mil vagas. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).
TAGS