PUBLICIDADE
Notícias

Bolsonaro e Guedes devem discutir Previdência nesta quinta-feira

19:51 | 13/02/2019
Um dia após receber alta do hospital, o presidente Jair Bolsonaro vai receber nesta quinta-feira, 14, o ministro da Economia, Paulo Guedes, para uma reunião no Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República. A agenda não traz a pauta do encontro, mas há uma expectativa grande de que Bolsonaro e Guedes comecem a fechar os detalhes da reforma da Previdência que será enviada ao Congresso. Nesta quarta-feira, 13, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou que a equipe econômica já concluiu um texto-base para apresentar ao presidente.
Na ocasião, Marinho disse ainda que o texto seria apresentado a Bolsonaro "imediatamente" após o presidente receber alta. Ele evitou revelar os ajustes que foram feitos em relação à minuta revelada pelo Estadão/Broadcast. Parlamentares que têm conversado com Guedes sobre a reforma foram informados por ele que o presidente se comprometeu a dar uma resposta ao texto final no máximo em dois dias.
Um dos impasses é em relação à idade mínima de aposentadoria. A minuta trazia uma proposta de idades mínimas iguais de 65 anos para homens e mulheres, mas o presidente tinha resistências. A equipe econômica, porém, vem tentando fazer o convencimento a partir de dados que mostram que a diferença salarial entre os mais jovens (que serão atingidos por essa idade mínima) é menor do que em outras faixas etárias.
Como mostrou o Estadão/Broadcast, Guedes ainda busca uma forma de atender a vontade do presidente de exigir as idades de 57 anos e 62 anos para mulheres e homens, respectivamente, se aposentarem, em 2022. Uma das propostas é usar essas idades como referência no último ano do mandato do presidente no desenho da regra de transição. A intenção é partir de idades mínimas iniciais de 55 anos para mulheres e 60 anos para homens a partir da promulgação da reforma da Previdência.
TAGS