Com mais de R$ 200 milhões já investidos, Fraport assina empréstimo de R$ 690 milhões com o BNBNotícias de Economia
PUBLICIDADE
Notícias


Com mais de R$ 200 milhões já investidos, Fraport assina empréstimo de R$ 690 milhões com o BNB

13:33 | 01/10/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
Com 20% das obras do Aeroporto Internacional Pinto Martins já executadas e em torno de R$ 200 milhões de recursos próprios investidos, a direção da Fraport Brasil assinou nesta segunda-feira, 1º, contrato com o Banco do Nordeste (BNB) para financiar o restante do projeto de modernização do Aeroporto de Fortaleza. O empréstimo é no valor de R$ 690 milhões e deve ser pago em 20 anos.

[SAIBAMAIS] O volume corresponde a aproximadamente 70% dos investimentos previstos para o projeto. A taxa de juros é de 5,8% ao ano. A previsão é de que as obras sejam concluídas em abril de 2020. O consórcio Método e Passarelli é o responsável pelas obras. 

“Não medimos esforços para o cumprimento de nossos compromissos. Temos um time altamente qualificado, que trabalha para garantir qualidade na operação e serviço de segurança a nossos passageiros”, ressaltou Andreea Pal, presidente da Fraport, durante a solenidade de assinatura do empréstimo.

Dentre as mudanças que já estão sendo implementadas no aeroporto estão a sinalização, melhoria do ar-condicionado e instalação de wifi gratuito. Porém, está prevista no projeto também a ampliação da pista, a adequação das vias de taxiamento e a reestruturação do embarque e desembarque de passageiros.

O presidente do BNB, Romildo Rolim, explicou que, além do Aeroporto de Fortaleza, o banco está financiando as obras de expansão do Aeroporto de Salvador. Ao todo, neste ano, a meta do BNB é contratar cerca de R$ 14,5 bilhões, dos R$ 30 bilhões do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE), em projetos de infraestrutura. Só no Ceará serão R$ 2,5 bilhões. 

“Estamos caminhando para cumprir os objetivos de trabalhar a nossa missão de desenvolvimento na região Nordeste, através do pilar de fazer o FNE total em 2018. Neste ano, temos feito um montante recorde, já estamos na marca dos R$ 22 bilhões. No ano passado, chegamos ao montante de R$ 16 bilhões”, disse Rolim.   

Com informações da repórter Irna Cavalcante
Redação O POVO Online

TAGS