Dia dos Pais poderá movimentar R$ 120 milhões no comércio da CapitalNotícias de Economia 

PUBLICIDADE
Notícias


Dia dos Pais poderá movimentar R$ 120 milhões no comércio da Capital

18:41 | 02/08/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
Os consumidores da Capital cearense deverão movimentar o comércio local em R$ 120 milhões na compras em comemoração ao Dia dos Pais. É o que revela a pesquisa publicada nesta quarta-feira, 1°,  sobre o Potencial de Consumo de Fortaleza para a data, realizada pela Federação do Comércio do Estado do Ceará (Fecomércio CE). O resultado é igual ao de 2017, indicando o crescimento nulo da expectativa do faturamento, apontando o Dia dos Pais como a quinta melhor data comemorativa para o comércio de varejo em Fortaleza.

A preferência entre os compradores serão os itens de vestuário, perfumaria, calçados e bolsas, e relógios, segundo a pesquisa. 33,2% dos entrevistados confirmaram quem tem a intenção de ir às compras para o Dia dos Pais. Esse percentual é inferior ao da mesma pesquisa realizada no ano passado, de 44,5%. Cerca de 9,9% de consumidores que ainda não decidiram se vão ou não às compras. O percentual revela também que a intenção de compras poderá subir, reduzindo ou até mesmo anulando essa diferença

Perfil 

O perfil da maioria dos consumidores para o Dia dos Pais revela semelhança nos produtos que se deseja comprar, com 93,6% das indicações em apenas cinco produtos. A preferência é maior pelos itens de vestuário (51,5% da intenção de compra), sendo mais procurado pelas mulheres (54,7% da intenção  pertence a este grupo), a classe com perfil etário de mais de 36 anos (60,5%) e com renda familiar mensal de três em até seis salários mínimos (56,0%)

O consumo poderá ser equivalente ao de 2017

O valor médio de compra para a data em 2018 é estimado em R$ 240 e o pagamento à vista será o mais utilizado, é o que aponta 57,5% das respostas dadas por consumidores, em seguida vem o pagamento via cartão de crédito com 40,1% das intenções.

Consumidores 

Os consumidores pretendem procurar por presentes em shoppings centers, centros comerciais e lojas de ruas. Os clientes procuram por locais onde os horários ofereçam horário flexíveis e  boas condições nos preços.

A compra 

A compra será decidida pelos locais onde as promoções e descontos forem mais atrativos. 46,9% dos compradores revelaram sensibilidade a esse fator. 

Redação O POVO Online 
TAGS