PUBLICIDADE
Notícias

Setores e Governo se reúnem para estimular o turismo no Ceará

A ideia é deixar o Estado preparado para receber bem os turistas e estimular oportunidades de negócios que podem surgir com o aumento de voos para a Capital

17:05 | 08/05/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Setores e Governo do Estado se reuniram nesta terça-feira, 8, para discutir as ações que podem fazer com que o turista seja melhor recebido e também para que o empresário cearense aproveite as oportunidades com os novos voos no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Conforme O POVO publicou há quatro dias, a ideia é que o Ceará esteja preparado também para o stopover, quando o viajante aproveita para ficar em Fortaleza alguns dias, antes de fazer conexão para o destino final comprado. Essa modalidade aumentaria ainda mais o número de turistas na Capital.

Sobre a reunião, o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, foi quem esteve à frente, com os setores diretamente impactados com os novos voos nacionais e internacionais, que chegarão a Fortaleza até o fim deste ano.

Juntamente à Câmara Setorial Imobiliária da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) foram apresentadas as ações realizadas pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), além de mostrar as possibilidades de negócios no setor.

"Queremos que todos os setores envolvidos de alguma forma com o turismo estejam em harmonia para aproveitar esse momento da melhor forma. Estamos nos disponibilizando para atuarmos em conjunto com setores como hotéis, restaurantes, empresas, guias e todos os demais ligados ao turismo”, afirma o secretário, em nota. No início desta tarde, Arialdo se reuniu com integrantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) no Ceará.

Até o fim de 2018, o Ceará passará a receber 47 frequências semanais internacionais para 14 destinos. Nos primeiros meses deste ano, eram 14 operações semanais para oito destinos no Exterior. Além disso, a Gol passará de 21 para 40 voos diários até o fim deste ano e 50 até 2019.

Redação O POVO Online

TAGS
Setores e Governo se reúnem para estimular o turismo no CearáNotícias de Economia
Notícias

Setores e Governo se reúnem para estimular o turismo no Ceará

A ideia é deixar o Estado preparado para receber bem os turistas e estimular oportunidades de negócios que podem surgir com o aumento de voos para a Capital

17:05 | 08/05/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Setores e Governo do Estado se reuniram nesta terça-feira, 8, para discutir as ações que podem fazer com que o turista seja melhor recebido e também para que o empresário cearense aproveite as oportunidades com os novos voos no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Conforme O POVO publicou há quatro dias, a ideia é que o Ceará esteja preparado também para o stopover, quando o viajante aproveita para ficar em Fortaleza alguns dias, antes de fazer conexão para o destino final comprado. Essa modalidade aumentaria ainda mais o número de turistas na Capital.

Sobre a reunião, o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, foi quem esteve à frente, com os setores diretamente impactados com os novos voos nacionais e internacionais, que chegarão a Fortaleza até o fim deste ano.

Juntamente à Câmara Setorial Imobiliária da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) foram apresentadas as ações realizadas pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), além de mostrar as possibilidades de negócios no setor.

"Queremos que todos os setores envolvidos de alguma forma com o turismo estejam em harmonia para aproveitar esse momento da melhor forma. Estamos nos disponibilizando para atuarmos em conjunto com setores como hotéis, restaurantes, empresas, guias e todos os demais ligados ao turismo”, afirma o secretário, em nota. No início desta tarde, Arialdo se reuniu com integrantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) no Ceará.

Até o fim de 2018, o Ceará passará a receber 47 frequências semanais internacionais para 14 destinos. Nos primeiros meses deste ano, eram 14 operações semanais para oito destinos no Exterior. Além disso, a Gol passará de 21 para 40 voos diários até o fim deste ano e 50 até 2019.

Redação O POVO Online

TAGS
q" placeholder="Procurar por..." value="" accesskey="2">
PUBLICIDADE
Notícias

Setores e Governo se reúnem para estimular o turismo no Ceará

A ideia é deixar o Estado preparado para receber bem os turistas e estimular oportunidades de negócios que podem surgir com o aumento de voos para a Capital

17:05 | 08/05/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Setores e Governo do Estado se reuniram nesta terça-feira, 8, para discutir as ações que podem fazer com que o turista seja melhor recebido e também para que o empresário cearense aproveite as oportunidades com os novos voos no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Conforme O POVO publicou há quatro dias, a ideia é que o Ceará esteja preparado também para o stopover, quando o viajante aproveita para ficar em Fortaleza alguns dias, antes de fazer conexão para o destino final comprado. Essa modalidade aumentaria ainda mais o número de turistas na Capital.

Sobre a reunião, o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, foi quem esteve à frente, com os setores diretamente impactados com os novos voos nacionais e internacionais, que chegarão a Fortaleza até o fim deste ano.

Juntamente à Câmara Setorial Imobiliária da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) foram apresentadas as ações realizadas pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), além de mostrar as possibilidades de negócios no setor.

"Queremos que todos os setores envolvidos de alguma forma com o turismo estejam em harmonia para aproveitar esse momento da melhor forma. Estamos nos disponibilizando para atuarmos em conjunto com setores como hotéis, restaurantes, empresas, guias e todos os demais ligados ao turismo”, afirma o secretário, em nota. No início desta tarde, Arialdo se reuniu com integrantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) no Ceará.

Até o fim de 2018, o Ceará passará a receber 47 frequências semanais internacionais para 14 destinos. Nos primeiros meses deste ano, eram 14 operações semanais para oito destinos no Exterior. Além disso, a Gol passará de 21 para 40 voos diários até o fim deste ano e 50 até 2019.

Redação O POVO Online

TAGS
Setores e Governo se reúnem para estimular o turismo no CearáNotícias de Economia
PUBLICIDADE
Notícias

Setores e Governo se reúnem para estimular o turismo no Ceará

A ideia é deixar o Estado preparado para receber bem os turistas e estimular oportunidades de negócios que podem surgir com o aumento de voos para a Capital

17:05 | 08/05/2018
NULL
NULL

[FOTO1] 

Setores e Governo do Estado se reuniram nesta terça-feira, 8, para discutir as ações que podem fazer com que o turista seja melhor recebido e também para que o empresário cearense aproveite as oportunidades com os novos voos no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Conforme O POVO publicou há quatro dias, a ideia é que o Ceará esteja preparado também para o stopover, quando o viajante aproveita para ficar em Fortaleza alguns dias, antes de fazer conexão para o destino final comprado. Essa modalidade aumentaria ainda mais o número de turistas na Capital.

Sobre a reunião, o secretário do Turismo do Ceará, Arialdo Pinho, foi quem esteve à frente, com os setores diretamente impactados com os novos voos nacionais e internacionais, que chegarão a Fortaleza até o fim deste ano.

Juntamente à Câmara Setorial Imobiliária da Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) foram apresentadas as ações realizadas pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), além de mostrar as possibilidades de negócios no setor.

"Queremos que todos os setores envolvidos de alguma forma com o turismo estejam em harmonia para aproveitar esse momento da melhor forma. Estamos nos disponibilizando para atuarmos em conjunto com setores como hotéis, restaurantes, empresas, guias e todos os demais ligados ao turismo”, afirma o secretário, em nota. No início desta tarde, Arialdo se reuniu com integrantes da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) no Ceará.

Até o fim de 2018, o Ceará passará a receber 47 frequências semanais internacionais para 14 destinos. Nos primeiros meses deste ano, eram 14 operações semanais para oito destinos no Exterior. Além disso, a Gol passará de 21 para 40 voos diários até o fim deste ano e 50 até 2019.

Redação O POVO Online

TAGS