PUBLICIDADE
Notícias

Cade diz que aplicativos favorecem concorrência e reduzem falhas do mercado

O estudo é o posicionamento mais firme já tomado pela autoridade contra o projeto de lei que visa regulamentar aplicativos como Uber, Cabify e 99POP

16:58 | 31/10/2017
NULL
NULL
[FOTO1]Um levantamento realizado do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) apontou que o surgimento de aplicativos de transporte, como Uber, Cabify e 99POP, diminuem a necessidade de haver uma regulamentação de mercado para o segmento de transporte individual de passageiros. Conforme o estudo, os serviços de carona por aplicativos favoreceram à concorrência  ao reduzir as falhas de mercado. 

O estudo é o posicionamento mais firme já tomado pela autoridade contra o projeto de lei que será analisado nesta terça-feira, 31, no Senado. A Superintendência Geral (SG) do Cade já havia sinalizado anteriormente que "os aplicativos de transporte individual têm fomentado a concorrência, o que traz benefícios ao consumidor". 

De acordo com o Departamento de Estudos Econômicos (DEE), do Cade, as inovações tecnológicas trazem cada vez menos sentido a uma regulação neste mercado de transporte.

"Originalmente a regulação neste setor veio para tentar minimizar as falhas de mercado. O serviço da empresa Uber além de criar uma nova demanda (capturando usuários que antes não utilizavam o serviço de táxi) está rivalizando e conquistando passageiros dos aplicativos de táxi (99Taxis e EasyTaxi)", informou o DEE.

O estudo deve ser concluído até o fim deste ano. O levantamento vai analisar ainda os dados do mercado desagregados por municípios, o que permitirá entender o impacto do surgimento desses aplicativos no nível local.
 
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS