PUBLICIDADE
Notícias

Fortaleza registra deflação de 0,19%; segundo menor índice do País

O resultado ainda ficou abaixo da média nacional, com alta de 0,19% na inflação

13:10 | 06/09/2017
NULL
NULL
[FOTO1]O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de agosto passado registrou deflação de 0,19% na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 6, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre as localidades pesquisadas, a região cearense apresentou a segunda menor inflação do País, ficando atrás apenas da área metropolitana de Belém, com deflação de 0,22%.

O índice para região de Fortaleza ainda ficou abaixo da média nacional, com alta de 0,19% na inflação. Já no acumulado dos oito meses deste ano, o IPCA local registrou alta de 1,31%, menor ainda que o índice do País (1,62%).

O resultado de agosto passado ainda foi menor que o registrado em julho, quando a Região Metropolitana de Fortaleza registrou deflação de 0,01%. O peso do IPCA na área metropolitana da Capital representa 3,49% para a média nacional.

Ainda conforme o levantamento, no acumulado dos últimos 12 meses, a inflação local apresentou alta de 2,90%.

Ainda na área metropolitana de Fortaleza, a gasolina apresentou alta de 2,02% na inflação e o etanol, 0, 73%. Já a energia elétrica residencial teve deflação de 1,48%.

INPC 

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) apresentou variação negativa de 0,25% na Região Metropolitana de Fortaleza no mês de agosto. O número ficou ainda abaixo da média nacional, que registrou deflação de 0,03%.

No acumulado até agosto, o INPC teve alta de 1,32. Já no resultado acumulativo dos últimos 12 meses, o índice na RMF registrou inflação de 3%.
 
 
Redação O POVO Online 
TAGS