PUBLICIDADE
Notícias

Fraport desmente sede no Rio Grande do Sul

Empresa também reforça que o aeroporto de Fortaleza não será uma filial da alemã no País. Objetivo da companhia é manter a atratividade do Pinto Martins

19:07 | 09/09/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

A empresa alemã Fraport, administradora dos aeroportos Salgado Filho, em Porto Alegre, e Pinto Martins, em Fortaleza, nega as informações publicadas por alguns jornais brasileiros de que o aeroporto gaúcho seria sede da companhia no País. O equipamento da capital cearense também não ficaria em “segundo plano”.

“Não haverá uma sede da holding da Fraport no Brasil. A Fraport estabeleceu duas empresas individuais, uma para cada um dos aeroportos concedidos. Cada empresa será individualmente responsável por suas próprias operações. A Fraport implementará o mesmo gerenciamento para ambas as companhias”, destaca Andreas Montag, gerente sênior de projetos da alemã, em comunicado ao secretário César Ribeiro, titular da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Estado (SDE).

Ressalta que a escolha para que Andrea Pal, CEO da Fraport Brasil, resida no Rio Grande do Sul não tem relação com uma eventual matriz no aeroporto Salgado Filho. “Devido à maior complexidade dos investimentos a serem realizados no aeroporto de Porto Alegre, a decisão foi tomada a partir disso”, disse Montag.

Fortaleza, contudo, não ficaria desassistida. “Isso não significa de forma alguma que nossa administração não esteja presente em Fortaleza. Ambos os projetos aeroportuários são igualmente importantes para Fraport e, portanto, alcançam a mesma atenção e esforços” aponta.

Sobre o aeroporto Pinto Martins, a alemã mantém uma “estreita relação” a Capital. Também são planejadas reuniões com as companhias aéreas que operam no equipamento. “A Fraport concentrará seus esforços na exploração do potencial de Fortaleza, elevando constantemente a atratividade do aeroporto através de melhorias contínuas na infraestrutura, bem como nos processo de operação”, esclarece Motang.

Na última sexta-feira, 7, José Ivo Sartori, governador do Rio Grande do Sul, esteve reunido com Frankurt com Stefan Schulte, CEO da Fraport, além de Aletta von Massenbach, vice-presidente executiva sênior, e Andrea Pal.

Estado
César Ribeiro diz que a informação veiculada alguns jornais do País se deu de forma equivocada. “A empresa esclareceu que não haverá nenhuma sede no Rio Grande do Sul. A relação entre Ceará e Fraport é de proximidade”, afirma.

Garante que não haverá prejuízos para atração do hub (centro de conexões), seja da Latam ou da Air France-KLM. “A Fraport, assim com o Estado, tem trabalho para trazer os grandes projetos para o Ceará, especialmente um hub de conexões para o aeroporto de Fortaleza”, avalia.

Sobre a visita do governador gaúcho à empresa alemã, César explica se tratar de um procedimento de “cortesia”. “A mesma visita foi feita pelo governador Camilo Santana para conhecer a infraestrutura do aeroporto de Frankfurt e os demais processos”, finaliza.

TAGS