PUBLICIDADE
Notícias

Prévia da inflação na região metropolitana de Fortaleza tem deflação de 0,08%

Queda, no entanto, é menor do que a média brasileira, que ficou em 0,18%

11:58 | 20/07/2017

A prévia do Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) da região metropolitana de Fortaleza ficou em -0,08% neste mês de julho. Os dados divulgados nesta quinta-feira, 20, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a queda é menos acentuada que a média brasileira que ficou em – 0,18%. No entanto, ainda é o melhor resultado para este mês desde 2005, quando foi registrada queda de - 0,09%.

Em junho passado, o IPCA-15 de Fortaleza havia ficado em - 0,13%. Neste ano, o indicador acumula até o momento, alta de 1,91%, abaixo dos 3,93% referentes ao mesmo período do ano passado.

O setor de alimentos e bebidas, que representa 32,78% da composição do indicador, ajudou a puxar o cenário de deflação (quando a inflação é negativa). A queda registrada foi de - 0,56% neste mês. Também houve queda nos setores de artigos para residência (-0,57%), transportes (-0,23%), saúde e cuidados pessoais (-0,10%), educação (-0,09%), e comunicação (-0,11%).

Por outro lado, houve alta nos setores de habitação (0,88%), vestuário (0,24%) e despesas pessoais (0,47%).

A pesquisa do IBGE é realizada mensalmente nas regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, Brasília e município de Goiânia.

TAGS