PUBLICIDADE
Notícias

Voo comercial de Fortaleza para Jericoacoara ainda não é viável, diz presidente da Gol

Primeiro voo comercial saiu do Aeroporto de Congonhas, na manhã deste sábado, 24, para o Aeroporto de Jericoacoara com 100% dos assentos vendidos

12:22 | 24/06/2017
Governador Camilo Santana em voo inaugural da Gol
Governador Camilo Santana em voo inaugural da Gol
[FOTO1]O Boeing 737-800, que faz o voo inaugural de São Paulo para o Aeroporto de Jericoacoara, a 294,9 km de Fortaleza, saiu nesta manhã do Aeroporto de Congonhas. Sem escalas, voo teve apresentação surpresa do cantor e também piloto de avião Waldonys. Na ocasião, o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, afirmou que ainda não é viável comercialmente voo de Fortaleza para Jericoacoara. A previsão é de que ele chegue por volta das 14 horas.
 
Kakinoff diz que a companhia aérea pretende tornar regular o voo para Jericoacoara, mas isso ainda depende da viabilidade econômica. "Estamos fazendo essa primeira fase com os voos em parceria exclusiva com a CVC justamente para identificar qual é a demanda que existiria para voo regular", explica. O executivo afirma ainda que não há previsão de voo de Jericoacoara para a Capital cearense e que isso "faria pouco sentido econômico para uma operação de grande porte." 
[VIDEO2]
O governador Camilo Santana falou durante a inauguração do voo que o Aeroporto de Jericoacoara representa um "marco importante para o turismo cearense" e que tratá mais oportunidades para o Estado. "É importante que a gente possa transformar não só entre estados do País, mas também voos regionais dentro do estado do Ceará", disse.
 [VIDEO1]
O primeiro voo comercial, com capacidade para 177 lugares, foi 100% vendido pela CVC. O segundo, marcadao para ocorrer no próximo dia 1º, está com 80% dos lugares vendidos. Os passageiros que compraram pacote de oito dias de estadia em Jeri pagaram a partir de R$ 1.598 por pessoa com direito a sete noites com café da manhã.

O Aeroporto de Jericoacoara tem capacidade para receber, ao mesmo tempo, 800 passageiros, três aeronaves de grande porte, duas de médio porte e até quatro aviões executivos, segundo o coronel Paulo Edson Ferreira, assessor de Infraestrutura Aeroportuária do Departamento Estadual de Rodovias (DER). Por ano, a capacidade é de até 1,2 mil voos. 
 [FOTO2]

Redação O POVO Online,
com informações da repórter Beatriz Cavalcante
TAGS