PUBLICIDADE
Notícias

"Estamos trabalhando para garantir voos regulares para Aracati", diz Camilo

20:44 | 27/06/2017

Camilo Santana (PT), governador do Estado, diz que trabalha para garantir voos regulares para o Aeroporto Regional de Aracati. “Já conversei com Gol e Azul. Além das grandes companhias aéreas, também vamos trabalhar voos regionais dentro do Ceará”, afirmou em transmissão ao vivo pelo Facebook.

Para ele, a ideia é que possa haver voos entre Fortaleza e Aracati, Jericoacoara, Iguatu, São Benedito e Camocim. “Esses aeroportos que o Estado tem hoje são modernos, com pistas boas, com sinal noturno, todo equipado, dentro das condições que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) exige”.

O estímulo a companhias aéreas realizarem voos diretos com Fortaleza para os aeroportos regionais poderia vir de subsídios de assentos do Governo. Isso porque, segundo Paulo Kakinoff, presidente da Gol, freqüência direta entre a Capital e o recém-inaugurado Aeroporto Regional de Jericoacoara ainda não é viável comercialmente para o porte do voo comercial.

Em resposta ao O POVO, a Gol diz que, como empresa competitiva, está sempre avaliando novas oportunidades para seu negócio, porém, no momento não há novidade sobre o assunto.

Polo metalmecânico

Durante transmissão ao vivo, o governador ainda disse que está perto de inicial o pólo metalmecânico de Tabuleiro do Norte. “Estamos desapropriando, com dinheiro reservado. O Estado tem política de incentivos fiscais. Não adianta criar um polo sem contatar empresa”, afirma.

CFO

Em relação ao Centro de Formação Olímpica (CFO), Camilo diz que aguarda certificação para poder inaugurar. “Vamos conversar com a Unesco. É uma marca importante que abre as portas para parceiros nacionais e internacionais. Em breve vamos estar inaugurando o CFO. Deve atender a todo o Nordeste brasileiro”, diz.

Em nota, a Secretaria do Esporte (Sesporte) informa que o titular da pasta, Euler Barbosa, estará em reunião com a Unesco no próximo mês, em Brasília, para confirmar as propostas. “Mais detalhes só depois da reunião”.

TAGS