PUBLICIDADE
Notícias

Funcionários dos Correios discutirão reivindicações da greve em assembléia

A categoria entrou em greve no último dia, 26 contra a proposta da privatização e reivindicando melhores condições de trabalho

15:06 | 04/05/2017
Após cinco horas de reunião no Tribunal Superior do Trabalho (TST), os funcionários dos Correios de todo o País realizarão assembleia nesta quinta-feira, 4, para avaliar as propostas negociadas entre os dirigentes da empresa e representantes dos empregados. A categoria entrou em greve no último dia, 26 contra a proposta da privatização e reivindicando melhores condições de trabalho.
 
Os representantes dos funcionários dos Correios e dirigentes da empresa discutiram, na reunião de ontem no TST, as propostas de revogação da suspensão das férias até dezembro deste ano, a manutenção do plano de saúde e a negociação dos dias de paralisação, apresentadas pelo vice-presidente do TST, ministro Emanuel Pereira,
 
O plano de saúde Correios Saúde arca com 93% das despesas médicas e odontológicas dos funcionários. A empresa alega que o atual modelo é insustentável.
 
Segundo o departamento de comunicação dos Correios, a assembleia de hoje tratará apenas da negociação dos dias de paralisação, mas afirmou que os serviços continuam funcionando normalmente, inclusive o Sedex e o banco postal. A exceção envolve as modalidades com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12 e Sedex Hoje).
 
Em nota, a empresa ratifica que confia no bom senso dos funcionários para encerrar a paralisação parcial, de forma a não prejudicar ainda mais a qualidade dos serviços prestados à população.
 
 
Agência Brasil 
TAGS