PUBLICIDADE
Notícias

Oi lidera lista de empresas com mais reclamações de consumidores no Ceará

A companhia ocupa as duas primeiras posições da lista, a primeira como serviços em geral da marca Telemar e a segunda como o Oi móvel

09:33 | 16/03/2017
Oi lidera o ranking de reclamações de consumidores no estado do Ceará pelo quarto ano consecutivo. Os dados foram divulgados ontem pelo Programa Estadual de proteção e Defesa do Consumidor (Decon-CE). A empresa ocupa as duas primeiras posições da lista, a primeira como serviços em geral da marca Telemar e a segunda como o produto Oi móvel.
 
O estudo feito com base no Cadastro de Reclamações Fundamentadas mostrou que a empresa recebeu 728 reclamações no ano de 2016.  Dentre as dez empresas que mais receberam queixas de clientes, a Oi representou um total de 36,8%. Após a companhia de telecomunicações, apareceu encabeçando a lista a Caixa Econômica Federal representando 11,29%, com 223 reclamações feitas no ano passado.
 
Os colégios particulares ficaram em segundo lugar na lista dos assuntos privados com mais reclamações. Segundo a promotora de justiça e secretária-executiva do Decon-ce, Ann Celly Sampaio, todos os anos são feitas campanhas com as escolas de como proceder em relação aos materiais e aos assuntos financeiros. “Todo período de começo e fim de ano, fazemos reuniões com as escolas e eles nunca obedecem nossas recomendações e cometem as mesmas práticas abusivas”, afirmou.

Na categoria de empresas que menos resolveram as solicitações dos consumidores, a Samsung liderou a lista. No último ano, foram 83 reclamações enviadas à marca e os clientes só tiveram retorno em apenas 65,1% dos casos. A administradora cearense de cartões de crédito FortBrasil ocupa a segunda posição com 59 denúncias e 78% de resolução para os consumidores. 
 
Em nota enviada ao O POVO, a Oi informa que investiu um grande volume em 2016 na expansão e na melhoria da qualidade de sua rede móvel, de telefonia fixa e banda larga em todo o País. Segundo a companhia, no Ceará, o investimento foi de R$ 78 milhões no ano pasado. A empresa ainda destacou que tem focado na modernização da rede, ampliando sua capacidade de transmissão de dados para atender ao aumento da demanda dos usuários e foca na eficiência dos serviços.
 
Já a Caixa Econômica Federal afirmou que revisa permanentemente seus serviços e produtos, priorizando a redução das reclamações e o aumento da solução em todos os canais de atendimento. 
 
Cartão de Crédito

Os cartões de crédito foram apontados em primeiro lugar geral no balanço sobre as principais reclamações dos consumidores no último ano. De acordo com Ann Celly, boa parcela desses problemas é por conta dos cartões de crédito de lojas. “Os cartões de loja são menos eficientes que os cartões convencionais. Eles não resolvem bem as pendências com os clientes, sempre trazem dor de cabeça”, ressaltou.

Ann Celly destacou que cada vez se torna mais comum o uso de cartões de crédito pela questão da segurança e pela própria falta de recursos em um período de crise financeira. De acordo com o estudo, a maior parte das reclamações com os cartões são por cobranças indevidas. 
 
Negociação de dívidas com a Cagece e Enel 

Durante a Semana do Consumidor 2017, de 13 a 17 de março, o Decon, em parceria com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) e a Enel, realizam uma parceria virtual para negociação de dívidas através do portal Consumidor.gov.br. Serão feitos acordos com condições especiais, com a redução de juros e multa (mas não do valor principal).

Para participar, o consumidor deve acessar o site e fazer o registro para receber um login e senha. A partir daí, basta selecionar a instituição (Cagece ou Enel) e formalizar a solicitação de negociação de débitos. O cliente precisa informar o valor mensal disponível para o pagamento de parcela. Após concluir o cadastro, a empresa tem o prazo de até 10 dias para apresentar uma resolução. 
 
Confira o ranking das empresas que mais receberam reclamações em 2016:
 
1 - Telemar - 393 reclamações
2-  Oi móvel - 335 reclamações
3 - Caixa - 223 reclamações
4 - SKY - 199  reclamações
5- Claro - 163 reclamações
6- Cagece - 158 reclamações
7 - Banco Itaúcard - 125 reclamações
8 - Tim celular - 121 reclamações
9 - Coelce/Enel -120 reclamações
10 - Avista administradora de cartões de créditos - 110 reclamações  
TAGS