PUBLICIDADE
Notícias

Ministro diz que não vê necessidade de ampliar Bolsa Família

Segundo o ministro de Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, o governo pretende lançar um programa para inserir os beneficiários do programa no mercado de trabalho formal

16:15 | 13/03/2017
O ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, declarou nesta segunda-feira, 13, que não há necessidade de ampliação do programa Bolsa Família. Para o ministro, o atual governo melhorou a fila de espera do benefício social, ao abrir mais vagas retirando 1,5 milhão de usuários irregulares.

No último mês de fevereiro, o Banco Mundial produziu um relatório no qual defendia o avanço do programa social parqa evitar o aumento da pobreza durante o período de crise econômica no País.

Osmar alegou que o Banco Mundial usa dados antigos para chegar à conclusão sobre a ampliação do programa. Segundo ele, o que definirá a necessecidade de ampliação será a demanda. O Bolsa Família atende atualmente cerca de 13,5 milhões de brasileiros e custa ao governo algo em torno de R$ 30 bilhões.

De acordo com o ministro, o governo pretende lançar ainda neste mês um programa para incluir beneficiários do Bolsa Família no mercado de trabalho. 

Ele disse que o objetivo do programa seria garantir o benfício social por dois anos a pessoas que conseguirem um emprego com carteira assinada e salário de um até cinco salários mínimos. Segundo o ministro, o governo quer que os beneficiário optem por assinar a carteira de trabalho, ao invés de manter emprego informal para manter o benefício social.
 
Redação O POVO Online 
TAGS