PUBLICIDADE
Notícias

Judicialização da saúde é um dos destaques do I Congresso Médico Unimed Fortaleza

14:56 | 04/03/2017

Nos últimos anos, a mediação do Judiciário em questões relacionadas à cobertura médica tem crescido em ritmo acelerado no Brasil. O que tem gerado forte repercussão no mercado de assistência de saúde suplementar e na base de cálculo das mensalidades cobradas pelas operadoras de saúde. O tema é um dos destaques do I Congresso Médico Unimed Fortaleza que será realizado de 1 a 3 de junho, no Centro de Eventos, em Fortaleza.


A programação foi lançada ontem pelo presidente da Unimed Fortaleza, João Borges. Segundo ele, a judicialização no mercado de saúde suplementar é um tema muito preocupante por representar uma variável não controlada que impacta significativamente no equilíbrio atuarial dos planos de assistência saúde.

 

Só em 2016, a Unimed Fortaleza desembolsou cerca de R$ 12,7 milhões de reais especificamente para suprir questões ligadas a judicialização. Dentre as principais demandas levadas ao Judiciário, estão solicitações de procedimentos e eventos não determinados no rol da Agência Nacional de Saúde Suplementar (relação de procedimentos e eventos de cobertura obrigatória dos planos), ou seja, fora da cobertura dos contratos.

 

“O próprio sistema Unimed vem trabalhando muito algumas ações preventivas e trabalhando junto ao Judiciário para que aja entendimento melhor dos juízes em relação a estas petições”, explica Borges, ressaltando que além do aspecto atuarial dos planos e de promover a insegurança jurídica dos contratos, a judicialização influencia a metodologia de cálculo que origina as mensalidades dos planos.

 

No evento, serão abordadas ainda questões como custos de procedimentos e sinistralidades outras duas variáveis de forte impacto no mercado. Com a temática “Inovação, integralidade, conhecimento e cooperação”, o Congresso vai reunir 48 especialidades médicas em um único evento.

 

“Este é o primeiro evento do Sistema Unimed e é inovador em muitos aspectos porque juntamos 48 especialidades médicas em uma programação científica que tem uma característica bem diferente que é a integração entre as especialidades. Vamos ter, por exemplo, a discussão de casos clínicos de forma integrada”, explicou a gestora de sustentabilidade e governança corporativa da Unimed Fortaleza, Regina Portela Diniz.

 

Além da programação científica voltada à classe médica, está prevista a realização de palestras abertas ao público como a da pediatra Ana Maria Escobar, que participa do programa Bem Estar, da Rede Globo, e também ações de atendimento clínico com foco na prevenção de doenças crônicas, degenerativas e obesidade.

 

Dentre os palestrantes já confirmados, também estão o diretor do programa de residência de cuidados paliativos da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, Fernando Kaway, que vai falar sobre cuidados paliativos; o velejador brasileiro Lars Grael e a juíza estadual da 22ª Unidade dos Juizados Especiais, Helga Medved.

 

Estão inseridos no evento, o XXIX Congresso da Associação Médica Cearense, a III Semana Cearense do Aparelho Digestivo e I Encontro Multiprofissional do Hospital Regional da Unimed

Serviço:
I Congresso Médico Unimed Fortaleza
Data: 1 a 3 de junho de 2017
Local: Centro de Eventos de Fortaleza

TAGS