PUBLICIDADE
Notícias

Produção industrial cearense cresce 12% entre novembro e dezembro

Ceará se destacou entre os 14 locais pesquisados pelo IBGE. Amazonas e São Paulo apontaram resultados negativos

09:45 | 07/02/2017
O aumento no ritmo da produção industrial no Ceará avançou 12,4% na passagem de novembro para dezembro de 2016, série com ajuste sazonal, eliminando a perda de 8,4% acumulada entre os meses de agosto e novembro. Os dados foram divulgados nesta terça-feira, 7, pelo IBGE.

O Instituto acompanhou 14 locais e 10 deste apresentaram crescimento no período.  Rio Grande do Sul (6,3%), Espírito Santo (5,1%), Região Nordeste (4,9%) e Santa Catarina (3,6%) também assinalaram crescimento acima da média da indústria (2,3%), enquanto Minas Gerais (2,3%), Goiás (1,4%), Bahia (1,4%), Paraná (0,8%) e Pernambuco (0,6%) completaram o conjunto de locais com taxas positivas nesse mês.

Por outro lado, Amazonas (-2,0%) e São Paulo (-1,5%) apontaram os resultados negativos mais acentuados nesse mês, com ambos revertendo o crescimento verificado em novembro: 4,1% e 1,4%, respectivamente. As demais taxas negativas foram assinaladas por Rio de Janeiro (-0,9%) e Pará (-0,7%).

Apesar disso, no indicador acumulado para o período janeiro-dezembro de 2016, frente a igual período do ano anterior, a redução na produção nacional alcançou 14 dos 15 locais pesquisados, com quatro recuando com intensidade superior à média nacional (-6,6%): Espírito Santo (-18,8%), Amazonas (-10,8%), Pernambuco (-9,5%) e Goiás (-6,7%). Minas Gerais (-6,2%), São Paulo (-5,5%), Ceará (-5,2%), Bahia (-5,2%), Paraná (-4,3%), Rio de Janeiro (-4,1%), Rio Grande do Sul (-3,8%), Santa Catarina (-3,3%), Região Nordeste (-3,1%) e Mato Grosso (-1,1%) completaram o conjunto de locais com resultados negativos no fechamento dos 12 meses do ano. Por outro lado, Pará (9,5%) assinalou o único avanço no índice acumulado no ano.
Redação O POVO Online 
TAGS