PUBLICIDADE
Notícias

FMI rebaixa em 0,2% expectativa de crescimento do Brasil para 2017

O recuo nas projeções do fundo ocorre devido à dificuldade do País em sair da recessão que já dura três anos

12:07 | 16/01/2017
O Fundo Monetário Internacional (FMI) rebaixou a expectativa de crescimento do Brasil em 2017 para 0,02%. A porcetagem está abaixo  das projeções feitas pelo Banco Mundial na semana passada e pelo Banco Central do Brasil que estimavam um avanço de 0,5% no Produto Interno Bruto (PIB) do País para este ano.

A avaliação do FMI é de que o Brasil econtra ainda dificuldades para se recuperar da recessão econômica de três anos consecutivos. Em outubro, o fundo estimou 0,5% do crescimento do PIB para este ano, a estimativa levava em conta que as medidas econômicas do presidente Michel Temer tivessem efeitos mais contudentes. No entanto, o crescimento da economia em 2016 foi abaixo do que esperava o fundo, o que resultou em mais um rebaixamento. Para 2018, a projeção de outubro foi mantida, um avanço de 1,5%.

O rebaixamento do País pelo FMI afeta diretamente os demais países  da América Latina. O relatório "Paronama da Economia Mundial" reduziu em 0,4% a projeção de crescimento da região para 2017, caindo de 1,6%, em outubro, para 1,2%, na última projeção. De acordo com o estudo, esse recuo reflete uma menor expectativa de recuperação econômica a curto prazo de Brasil e Argentina. A região também enfrenta problemas devido ao colapso financeiro que vive a Venezuela. Informações obtidas pelo Valor econômico.
 
 
Redação O POVO Online
TAGS