PUBLICIDADE
Notícias

Fortaleza receberá nono cabo de fibra óptica

A confirmação veio por representantes da multinacional chinesa de telecomunicações Huawei, que visitou a Cidade no último dia 2 de dezembro

21:33 | 05/12/2016

Fortaleza receberá mais um cabo submarino de fibra óptica. Até o momento, a Capital possui oito cabos instalados e 15 pontos de conexão no município. A confirmação veio por representantes da multinacional chinesa de telecomunicações Huawei, que visitou a Cidade no último dia 2 de dezembro.

Uma parceria da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), com a empresa chinesa Huawei e a camaronesa Camtel, favorecerá a instalação do Cabo South American Inter Link (SAIL), que ligará Fortaleza, no Brasil, à cidade de Kribi, no Camarões, com previsão de iniciar as operações em 2017.

De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico de Fortaleza, Robinson de Castro, essa é uma oportunidade para o município despontar como um cenário promissor no Brasil para o desenvolvimento tecnológico nos próximos anos. "Hoje Fortaleza ocupa o segundo lugar da América Latina em concentração de cabos submarinos, em razão da posição estratégica da cidade no Brasil, que detém o segundo maior PIB do Nordeste, com mais de R$49 bi (IBGE, 2013)", destaca.

A comitiva da empresa Huawei , formada pelo diretor de Integração de Consultoria e Sistema, Marcelo Tsuneyasu Kojima, o gerente de Compras, Hunter Tu e o gerente de Projetos, Eric Neilson, visitaram a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Seuma), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Infra-Estrutura – (Seinf), além da sede da SDE, a fim de confirmar com os gestores municipais a chegada do novo cabo e conhecer os trâmites legais para iniciar o processo de licenciamentos na cidade.

O Cabo irá chegar à Praia do Futuro e se integrará ao ambiente do Parque Tecnológico e Criativo da região. Destaca-se que com esse investimento, 3% de todos os cabos submarinos existentes ao redor do mundo passarão por Fortaleza, que está entre as três cidades que mais concentram esse tipo de infraestrutura.

TAGS