PUBLICIDADE
Notícias

Número de recuperações judiciais cai em outubro

As micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial de 2016, com 990 pedidos

11:07 | 04/11/2016

Em outubro, o número de recuperações judiciais apresentou queda, foram 121 requerimentos frente a 244 em setembro. Na comparação com o mesmo período de 2015, houve um aumento de 18,6%, quando o número foi de 102, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira, 4, pela Serasa Experian. Já no acumulado de janeiro a outubro de 2016, na comparação com o mesmo período do ano passado, houve crescimento de 57,6%.

De janeiro a outubro deste ano, as micro e pequenas empresas lideraram os requerimentos de recuperação judicial, com 990 pedidos, em seguida aparecem as médias, com 391, e pelas grandes empresas, com 219. Já em outubro, as MPEs também ficaram na frente com 73 requerimentos, seguidas pelas médias empresas e grandes, com 34 e 14, respectivamente.

Segundo especialistas, mesmo com o recuo mensal em outubro, o número de recuperações judiciais permance em alta no País com 18,6% na comparação do mesmo período com 2015, reflexo da atual situalão econômica brasileira e das dificuldades de acesso ao crédito por parte das empresas.

 Em relação ao número de falências, de janeiro a outubro de 2016, foram requeridas 1.553 pedidos. O resultado apresenta um aumento de 4,7% em relação a igual período do ano passado, quando foram registrados 1.483. Em outubro deste ano, houve 148 pedidos de falência requerida, queda de 20,4% em relação a setembro (186) e queda de 5,7% em relação a outubro de 2015 (157). As micro e pequenas empresas fizeram maior número de pedidos de falência em outubro foi de 82. Na sequência, as médias, com 34, e grandes, com 32.

 

Redação O POVO Online

TAGS