PUBLICIDADE
Notícias

FGV: Desemprego não mostra evidências de receupração

09:13 | 07/11/2016
O indicador Antecedente de Emprego (IAEmp) da Fundação Getulio Vargas (FGV) registrou recuo de 0,8 ponto no mês de outubro, chegando a 92,9 pontos. Trata-se da primeira baixa após sete resultados de alta consecutivos, registrados desde março, indicando desaceleração na queda dos níveis de emrpego.

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD), por outro lado, teve aumento de 0,6 ponto e atingiu 99,2 pontos, chegando ao máximo histórico.

Segundo a FGV, o resultado indica que o nível de desemprego no Brasil continua elevado e não mostra evidências de reversão da tendência de aumento até o momento. O economista da instituição Fernando de Holanda Barbosa Filho considera, através de nota enviada à imprensa, que a recuperação é mais complicada do que havia sido anteriormente previstos.

A queda do Antecedente de Emprego se deve principalmente pelos indicadores que medem o grau de satisfação com a situação atual dos negócios e o ímpeto de contratações nos próximos três meses, que registraram variações de -4,9 e -2,9 pontos, respectivamente.

Redação O POVO Online
TAGS