PUBLICIDADE
Notícias

Governo reduz em 29% a outorga de leilão dos aeroportos

A medida está de acordo com o novo modelo de concessão utilizado pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI)

11:23 | 18/10/2016

O valor das outorgas mínimas do leilão dos aeroportos foram reduzidas de R$ 4,11 bilhões para R$ 2,91 bilhões, ou seja, 29%, pelo governo. A medida está de acordo com o novo modelo de concessão utilizado pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), na qual o vencedor deverá realizar pagamento à vista 25% da outorga e o prêmio sobre a outorga.

Os valores tiveram queda devido a concentração dos desembolsos na largada. Em contrapartida, os investimentos subiram de R$ 500 milhões para R$ 6,5 bilhões.

A outorga mínima pelo aeroporto de Fortaleza caiu de R$ 1,563 bilhão para R$ 1,39 bilhão. Os demais aeroportos também tiveram redução: Porto Alegre passa ter R$ 122 milhões; Florianópolis com R$ 211 milhões e Salvador com R$ 1,187 bilhão.

De acordo com o Ministrério dos Transportes, a medida tem por finalidade atrair novos investidores e proporcionar mais segurança ao processo das concessões. Além disso, também contribuem para a medida, a vontade da iniciativa privada e, além disso, o pressuposto de que com patamares menores, o número de interessados deverá aumentar.

 

Redação O POVO Online com informações do Valor Econômico

TAGS