Participamos do

Adesão à greve dos bancários sobe para 49,7% no Ceará

16:01 | Set. 08, 2016
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um total de 278 agências entre as 559 existentes no Estado já aderiram à paralisação dos bancários, segundo informou o Sindicato dos Bancários do Ceará na tarde desta quinta-feira, 8. No primeiro dia de paralisação, eram 214 agências paralisadas. A perspectiva é de que esse número continue crescendo.



Conforme o sindicato, a adesão maior neste último dia foi por parte dos bancos privados, que em geral estão paralisando as atividades depois dos públicos.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Carlos Eduardo Bezerra, presidente, diz que os bancos têm lucros bilionários mesmo em tempos de crise e que portanto têm todas as condições de atender as reivindicações dos bancários. Em vez disso, a oferta que se dispuseram a fazer é de reajuste de 6,5% do salário, abaixo da inflação. Ele calcula que isso representaria um prejuízo real de 2,8% para os bancários.



Como resultado disso, o sindicato comunica que a greve deverá continuar até que os bancos ofertem propostas melhores para a categoria.



Segundo Carlos Eduardo, o sindicato está em diálogo com diversas instituições do Estado, inclusive privadas, e que o número de adesões deve crescer ainda mais nos próximos dias. Portanto, é prudente que os clientes que tenham questões para resolver procurem logo entrar em contato com seu banco, já que quanto mais tempo se passar menos agências estarão disponíveis.

 

 

Redação O POVO Online

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente