Participamos do

Primeiro semestre encerra com retração de 4,3%

Somente o setor externo contribuiu positivamente para a atividade econômica
10:20 | Ago. 18, 2016
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica, PIB Mensal, obteve retração de 0,1% em junho na comparação com maio. Comparando com o mesmo período do ano passado, foi registrada queda de 3,2%.

De acordo com a pesquisa, no primeiro semestre o PIB fechou com recuo de 4,3% ante ao mesmo período de 2015. Sendo assim, o pior resultado para um primeiro semestre de toda a séria histórica desde 1991.

 Pela oferta agregada, todos os setores caíram no primeiro semestre: a agropecuária 1,3%; a indústria, 4,8% e o setor de serviços, 3,2%.

Em relação a demanda agregada, também houve retração nos seguintes segmentos: consumo das famílias 5,9%, consumo do governo, 2,3% e os investimentos, 13,1%.

Apenas o setor externo contribuiu positivamente para a atividade econômica, evitando uma queda maior da economia brasileira: as exportações avançaram 7,6% e as importações recuaram 16,1% ao longo do primeiro semestre de 2016.

Segundo especialistas da Serasa Experian, o desemprego em alta, a queda dos rendimentos, o baixo nível de confiança de consumidores e empresários e o crédito mais restritivo ajudaram para este resultado da economia durante o primeiro semestre de 2016.

Redação O POVO Online

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente