PUBLICIDADE
Notícias

Fernando Henrique Cardoso pede que governantes brasileiros sejam "decentes"

Ex-presidente fez declaração durante palestra realizada no Encontro Nacional da Cadeia do Abastecimento (Enacab), nesta segunda-feira

22:20 | 08/08/2016
NULL
NULL

São Paulo - O sociólogo e ex-presidente Fernando Henrique Cardoso pediu decência por parte dos dirigentes do Brasil durante palestra inaugural do Encontro Nacional da Cadeia do Abastecimento (Enacab), realizado nesta segunda-feira, 8, em São Paulo.
 
Segundo FHC, o Brasil passa por um momento delicado na política e na economia e cobrou que os governantes considerem as necessidades e pedidos da população. “É preciso que os que dirigem o País se mantenham com os ouvidos abertos ao povo, que é quem paga os seus erros. O Brasil não pede mais que isso: Sejam decentes”.

O ex-presidente atribuiu ainda a crise econômica à “falta de mesura” no aumento do crédito para aumentar o consumo. Para ele, no entanto, é preciso manter a esperança, poupar, investir e planejar para que o País se reestruture.

“Não avaliamos o que nós fazer e nem tudo se ordena se não tiver previsão. Falta regra e o mundo contemporâneo não funciona sem regra”.

Apesar dos problemas, ele se mantém otimista com o futuro socioeconômico do Brasil e acredita na reestruturação do País, após o julgamento do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. “Os próximos seis meses serão decisivos. Vamos ter um momento tenso, mas nós temos elementos para acreditar que as coisas podem voltar a andar. O Brasil já deu certo várias vezes. Minha palavra é: entusiasmo”.

Enacab

Realizado pela Abad, o Enacab é o maior encontro da cadeia de abastecimento do País. A feira ocupa 10 mil m² do São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes) e se preparou para receber cerca de 150 estandes de fornecedores de produtos, serviços e equipamentos. Ao longo dos três dias, são esperados cerca de 30 mil visitantes e que sejam gerados mais de R$ 20 bilhões em negócios.

TAGS