PUBLICIDADE
Notícias

Municípios também querem renegociar dívidas com a União

13:02 | 05/07/2016
Municípios endividados com a União estão procurando exigir as mesmas facilidades que os estados receberam a partir da renegociação de suas dívidas.
Conforme apuração feita pelo jornal Folha de S.Paulo‎, os prefeitos consideram entrar com ações no Supremo Tribunal Federal (STF) para interromper o pagamento de parcelas das dívidas.

Os governadores dos estados haviam conseguido um acordo com o Governo Federal de suspender os pagamentos até o mês de dezembro. A estimativa é de que a negociação custe cerca de R$ 50 bilhões para a União até o prazo final para os pagamentos.

A Frente de Prefeitos, no entanto, considera que os custos de uma cordo com os municípios seria mais barato do que aquele realizado com os estados, considerando que 180 municípios têm dívida de R$ 63 bilhões, equivalente a aproximadamente 10% das dívidas dos estados.

Já houve reuniões entre os prefeitos e os ministros da Fazenda Henrique Meirelles e da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima acerca da proposta. É possível que os municípios recorram à Justiça de modo a exercer pressão sobre Michel Temer.

Redação O POVO Online
TAGS