PUBLICIDADE
Notícias

Moreira Franco: expectativa é de que concessão da Cedae ocorra em quatro partes

16:10 | 22/07/2016
Tida como uma das alternativas para a grave crise financeira do Rio, a concessão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) deverá ser feita em quatro partes, segundo Moreira Franco, secretário executivo do Programa de Parceria e Investimento (PPI) do Governo Federal. Franco não deu detalhes sobre o modelo ou o prazo para a realização das concessões.

"Conversei com o governador (em exercício) Francisco Dornelles no sentido de que o BNDES e o governo vão desenhar uma modelagem para que a Cedae seja concessionada. A expectativa é de realizar a concessão dividida em quatro áreas", afirmou Franco, após almoço com empresários no Rio.

O governo do Rio espera a votação de um projeto de lei que regulamenta a gestão e planejamento da região metropolitana da capital para apresentar o projeto de concessão, em estudo desde o último ano. A perspectiva é que a maior parte da concessão abranja a região da Baixada Fluminense, onde há déficit de saneamento básico e no fornecimento regular de água.

Mais cedo, Francisco Dornelles indicou que as concessões são "a única saída" para a volta do crescimento. "Todos nós queremos a retomada do crescimento econômico. Essa retomada só ocorre com o aumento do nível de investimento. É através do setor privado, das privatizações, concessões e Parcerias Público-Privadas que podemos retomar a taxa de crescimento econômico", indicou.

TAGS