PUBLICIDADE
Notícias

Militantes na Nigéria retomam ataques a oleodutos, apesar de trégua

09:00 | 04/07/2016
A petrolífera estatal da Nigéria, a NNPC, informou hoje que militantes atacaram oleodutos seus no fim de semana, menos de duas semanas após o governo do país anunciar que negociou um cessar-fogo de 30 dias para interromper as agressões.

O grupo de militantes conhecido como Vingadores do Delta do Níger, que exige melhor distribuição das receitas com petróleo, disse em sua conta no Twitter que lançou cinco ataques no fim de semana, três a oleodutos da NNPC e dois a poços explorados pela norte-americana Chevron.

Um porta-voz da NNPC confirmou a alegação dos militantes. "Nossos engenheiros estão no local para avaliar os danos causados às instalações", disse.

No mês passado, o governo nigeriano anunciou que havia fechado uma trégua com os militantes, o que foi negado pelo grupo no Twitter.

Nos últimos meses, os Vingadores e outros grupos lançaram frequentes ataques a instalações na Nigéria controladas por grandes petrolíferas, como a italiana Eni e a anglo-holandesa Royal Dutch Shell, tirando temporariamente a posição do país como maior produtor de petróleo da África.

Segundo dados da Agência Internacional de Energia (AIE), a produção nigeriana caiu 500 mil barris por dia em maio, a 1,37 milhão de barris diários. Fonte: Dow Jones Newswires

TAGS