PUBLICIDADE
Notícias

Mão de obra eleva custo da construção na 1ª prévia do IGP-M de julho

09:35 | 11/07/2016
A elevação nos gastos com mão de obra impulsionou o resultado do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) na primeira prévia de julho do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M). O INCC-M saltou de apenas 0,08% na primeira prévia de junho para 1,69% na primeira prévia de julho, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O índice que representa o custo da Mão de Obra subiu 3,03% na primeira prévia de julho, ante ligeira alta de 0,01% na mesma leitura de junho. Já o índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços subiu 0,15%, ante 0,16% na mesma prévia do mês anterior.

Na prévia divulgada nesta segunda-feira, 11, as influências positivas mais expressivas foram de ajudante especializado (2,62%), servente (3,72%), carpinteiro de forma, esquadria e telhado (3,79%), pedreiro (3,43%) e eletricista (3,39%). Já os principais impactos negativos foram de cimento portland comum (-1,82%), condutores elétricos (-2,18%), esquadrias de alumínio (-1,01%), projetos (-0,47%) e argamassa (-0,36%).

TAGS