PUBLICIDADE
Notícias

Japão não considera usar "dinheiro de helicóptero", diz secretário do gabinete

08:45 | 13/07/2016
O secretário do gabinete do Japão, Yoshihide Suga, negou hoje uma notícia na mídia local de que o governo estaria considerando a possibilidade de implementar uma medida conhecida como "dinheiro de helicóptero", pela qual gastos públicos são financiados diretamente por um banco central.

"É inverídico que o governo esteja considerando uma política assim", afirmou Suga durante coletiva de imprensa.

Segundo o jornal de negócios Sankei Shimbun, assessores do primeiro-ministro Shinzo Abe estariam defendendo o uso de "dinheiro de helicóptero".

Suga, por outro lado, confirmou que o governo planeja introduzir estímulos econômicos "abrangentes e ousados" para derrotar a ameaça da deflação.

Suga também comentou que caberá ao Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) decidir que tipo de ações de política monetária são mais apropriadas, de acordo com as condições econômicas e de mercado do momento.

Ontem, o ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA) Ben Bernanke disse durante reunião com Abe que o BoJ tem espaço para relaxar ainda mais sua política monetária, segundo relato de Suga. Bernanke também recomendou que o BC japonês coordene sua política com medidas fiscais do governo. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS