PUBLICIDADE
Notícias

FGV: recuo de 0,19% na conta de luz ajuda a desacelerar IPC-10 em julho

09:25 | 15/07/2016
A conta de luz ficou 0,19% mais barata e ajudou a desacelerar o Índice de Preços ao Consumidor dentro do Índice Geral de Preços - 10 (IGP-10). A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 15, pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O IPC-10 registrou variação de 0,27% em julho ante alta de 0,49%, em junho. Seis das oito classes de despesa que compõem o índice registraram taxas de variação menores, com destaque para o grupo Habitação (de 0,84% em junho para 0,31% em julho, sob influência, sobretudo, da tarifa de eletricidade residencial (que passou de 1,53% para -0,19% no período.

Os demais grupos que contribuíram para arrefecer a inflação ao consumidor no período foram Saúde e Cuidados Pessoais (de 0,98% em junho para 0,53% em julho), Despesas Diversas (de 2,58% para 0,56%), Vestuário (de 0,71% para -0,05%), Transportes (de -0,25% para -0,33%) e Comunicação (de 0,28% para 0,06%).

Os itens de destaque foram medicamentos em geral (de 1,55% para 0,07%), cigarros (de 5,63% para -0,24%), roupas (de 0,72% para -0,52%), gasolina (de -0,61% para -1,61%) e mensalidade para internet (de 3,21% para -0,07%).

Na direção oposta, aumentaram as despesas com Alimentação (de 0,22% para 0,43%) e Educação, Leitura e Recreação (de 0,24% para 0,68%). Os movimentos, mais relevantes foram dos itens arroz e feijão (de 4,13% para 20,37%) e passagem aérea (-5,17% para 20,65%).

TAGS