PUBLICIDADE
Notícias

China exige reservas de bancos estrangeiros que negociam câmbio a termo

11:00 | 06/07/2016
A China decidiu exigir o depósito de reservas de bancos estrangeiros que conduzem negócios no mercado de câmbio a termo para seus clientes, numa iniciativa que vai encarecer apostas especulativas de desvalorização do yuan.

Em comunicado, o Sistema de Negócios Cambiais da China, que é administrado pelo BC chinês, informou que bancos estrangeiros terão de fazer reservas equivalentes a 20% de posições no mercado a termo. A regra se aplica a instituições que conduzem vendas cambiais a termo no mercado offshore e que depois operam no mercado onshore para compensar as transações.

A taxa de juro para as reservas, que ficarão depositadas no regulador, será de 0%.

A nova medida entra em vigor a partir de 15 de agosto e vem após determinação semelhante ter sido imposta a bancos domésticos da China no ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS