PUBLICIDADE
Notícias

Ceará perdeu R$ 12 bilhões com violência no trânsito em 2015

11:45 | 06/07/2016
O Estado do Ceará perdeu o equivalente a R$ 12,38 bilhões em 2015 com violência no trânsito. Essa quantia reflete as perdas provocadas por 63.241 casos de invalidez permanente e 2.242 mortes em colisões e atropelamentos.

Os dados foram obtidos através do estudo Estatísticas da Dor e da Perda do Futuro: novas estimativas, de autoria do economista Claudio Contador, diretor do Centro de Pesquisa e Economia do Seguro (CPES), da Escola Nacional de Seguros, e Natalia Oliveira, coordenadora do CPES.

O relatório toma como base os indicadores do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) e sinaliza uma perda equivalente a 9,91% do Produto Interno Bruto (PIB) estadual.

O Estado apresentou o segundo maior número de casos de invalidez permanente no Brasil durante o ano passado decorrente de violência no trânsito, atrás apenas de Minas Gerais, com 65 mil. O número registrado no Ceará é maior do que o de toda a região Norte, que foi de 61 mil. A estimativa é de que 173 pessoas se tornam permanentemente inválidas por dia, com uma média de sete acidentes por hora.

O impacto representa o dobro da arrecadação da Prefeitura de Fortaleza, equivalente a R$ 5,3 bilhões em 2014. O valor também é 14 vezes maior que o gasto pela cidade na área de Educação (R$ 896 milhões anuais) e quase oito vezes o investimento em Saúde (R$ 1,6 bilhão).

Redação O POVO Online
TAGS