PUBLICIDADE
Notícias

Weidmann, do BCE, não vê perigo de espiral deflacionária

14:20 | 15/06/2016
O Banco Central Europeu (BCE) deve dar tempo para que as medidas de combate à deflação surtam efeito, afirmou hoje o membro do conselho de governadores e presidente do Bundesbank, Jens Weidmann.

Crítico contumaz das medidas mais agressivas do BCE, ele notou, no entanto, que, embora a inflação esteja muito baixa ao invés de muito alta, ele não via perigo de uma espiral deflacionária.

"Nossa definição de preço no médio prazo nos permite esperar as medidas não convencionais surtam efeito", disse o dirigente.

Ele admitiu que uma inflação baixa por muito tempo mina a credibilidade dos bancos centrais. No entanto, ele disse que não enxerga tal perda de confiança. Mesmo o crescimento moderado dos salários na zona do euro não é razão "para soar os alarmes", disse.

"Não vejo perigo que se crie uma espiral deflacionária", resumiu. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS