PUBLICIDADE
Notícias

Negociações da Eletrobrás na bolsa de Nova York são suspensas

A estatal tinha até esta quarta-feira, 18, para entregar os balanços de 2014 e 2015, mas não conseguiu fazer isso a tempo. O atraso está relacionado a investigações que têm origem na Operação Lava Jato.

09:56 | 18/05/2016

As negociações da Eletrobrás foram interrompidas nesta quarta-feira, 18, após a empresa não ter conseguido entregar os balanços financeiros de 2014 e 2015 para a Bolsa de Nova York. O prejuízo é estimado em R$ 40 bilhões, que é o valor investido pelos acionistas na companhia.

O atraso na entrega dos documentos está relacionado ao prolongamento das investigações internas sobre irregulares em contratos que foram fechados por empresas do grupo. Isso teve início quando a Eletronuclear, que é subsidiária da companhia, foi mencionada em denúncias na Operação Lava Jato.

 

A KMPG, empresa responsável por avaliar o balanço da Eletrobrás antes de ele poder ser enviado à bolsa, se comprometeu a assinar os documentos apenas quando forem mensurados os danos causados à estatal a partir das irregularidades investigadas na operação da Polícia Federal.

 

Para Romero Jucá, ministro do Planejamento do governo Temer, ainda é possível negociar. Segundo ele, entre o prazo de entrega dos balanços e a discussão final do descredenciamento há um prazo no qual podem ser tomadas providências para equilibrar a questão.

 

Redação O POVO Online

TAGS