PUBLICIDADE
Notícias

Diferença de preços entre medicamentos de referência e genéricos chega a 324% em Fortaleza

A pesquisa, que foi realizada pelo Procon Fortaleza nos dias 16 e 17 de maio, em 14 farmácias e drogarias

10:09 | 20/05/2016
A diferença de preços entre medicamentos de referência e genéricos, em Fortaleza, pode chegar a 276%. A maior variação registrada, entre o mesmo medicamento, foi encontrada no preço do genérico paracetamol, que pode chegar a 276% entre os locais pesquisados.

A pesquisa, que foi realizada pelo Procon Fortaleza nos dias 16 e 17 de maio, em 14 farmácias e drogarias de todas as regionais da capital, abrangeu os preços de medicamentos populares e produtos de primeiros socorros, totalizando 42 itens.

O medicamento Tylenol (750mg - 20 comprimidos) pode ser comprado de R$ 28,93 se a preferência for pelo remédio referência. O mesmo princípio ativo do Tylenol, que é o genérico paracetamol, cai para R$ 6,82. Ou seja, uma diferença de 324,19%.

A Regional IV, em bairros como Benfica e Serrinha, concentra o maior número de preços dos medicamentos pesquisados acima da média (47 preços), enquanto que a Regional V, nos bairros Conjunto Ceará e Maraponga, reúne o maior número de preços abaixo da média (46 preços).

Confira aqui todos os preços.

Em dez medicamentos ou itens de primeiros socorros, a variação de preços foi superior a 100%, quando comparados igualmente o remédio ou produto. São eles: Paracetamol, Água Oxigenada Farmax, Ácido Acetilsalicílico, Antisséptico Hertz, Fita Esparadrapo Nexcare, Dipirona sódica, Fita esparadrapo Cremer, Ibuprofeno e Compressa gaze Cremer.

Metodologia
O levantamento foi realizado tomando como referência o município de Fortaleza, abrangendo todas as seis regionais, mais o Centro da Capital. Foram 42 itens pesquisados, de várias concentrações, formas farmacêuticas e de maior popularidade, em 14 farmácias e drogarias de médio e grande porte de Fortaleza.

Dos 42 itens pesquisados, oito são genéricos correspondentes aos medicamentos de referência. Os preços foram coletados presencialmente nas farmácias e por telefone.

Os medicamentos foram distribuídos em antigripal, descongestionante nasal, anticólica, antiácido, antigases, purgante, antidiarreico e primeiros socorros.

Redação O POVO Online
TAGS