PUBLICIDADE
Notícias

Não é para todo mundo

01:30 | 09/04/2016

Morar em condomínio não é para todo mundo. Sabemos. Mas nem todos sabem. Assim, como na rua, há normas a defender o interesse coletivo. É à luz destas regras que os civilizados encontram proteção. Para uma vida melhor, normas e a aplicação delas, uma tarefa de todos, não apenas dos síndicos. Nesta edição, o repórter Anderson Cid foi em busca de respostas para um drama: ter um chato um prédio. Vera Pontes, síndica linha dura, conta que no condomínio dela morador incomodado deve fazer uma reclamação no livro de ocorrência. A partir disso, é feita uma cópia, a síndica responde e uma declaração contendo a reclamação é entregue ao condômino que está incomodando. Quem entrou pela capa, conheceu a história de Airton Fernandes, corretor clássico. Para ele, é básico acreditar no produto. E, naturalmente, fazer o cliente acreditar. E o que é melhor? Morar em um apartamento maior, porém, longe do trabalho ou em um apartamentinho pequeno, mas com charme e perto? O mercado amplia as opções.

TAGS